Refinaria Abreu e Lima – RNEST

Ficha Técnica

NÚMERO: 1089    

OBRA: Refinaria Abreu e Lima – RNEST          

CLIENTE: Consórcio Ipojuca  

 

LOCAL: Ipojuca / PE     

CEP DA OBRA: 55590-000      

INÍCIO: 2013      

CONCLUÍDO: SIM

CONCLUSÃO: 2014

Os projetos de estabilização de partes dos taludes localizados ao Sul e a Oeste do RAT, adjacentes, respectivamente, às Ruas 10 L/O (ao Norte da Tubovia A3) e5 N/S (a Leste da Tubovia 3-02) da Refinaria Abreu e Lima – RNEST, em Ipojuca, estado de Pernambuco.

 

A concepção adotada nos projetos de estabilização dos taludes foi a de construção de “muros de terra”. Na execução dessas estruturas foram previstos:

  • Realização de escavações para remoção de materiais movimentados.
  • Execução de reaterros com emprego de solo com resistência ao cisalhamento não inferior à considerada nas análises de estabilidade (coesão de 10kPa e ângulo de atrito de 30º), inerte (índice de expansão inferior a 2%), devidamente compactado nas condições ótimas do ensaio de compactação (energia Proctor normal);
  • Execução de drenos compostos por camada de brita e geotêxteis, com plena capacidade de captação e condução de água, seja de lençol freático como de percolação através dos maciços terrosos. Esses drenos serão inseridos no interior dos reaterros;
  • Recomposição/implantação dos sistemas de drenagem superficial (canaletas, galerias, descidas de água em degraus, etc.), ou a serem implantados (caso das Ruas 4 N/S e 5 N/S);
  • Execução de dispositivos que impeçam a penetração de água de chuva no corpo dos reaterros por infiltrações pela berma e pela banqueta da elevação nominal 24m;
  • Implantação de instrumentos geotécnicos com monitoramentos periódicos e a longo prazo. As leituras fornecidas por esses instrumentos, depois de interpretadas por engenheiro especializado, indicarão o comportamento dos taludes quanto às deformações nas direções vertical e horizontal, bem como de níveis de poro pressões atuantes no maciço.